Revistas Escola (1972), Professora Querida (1983) e Nova Escola (1986)

Antes de NOVA ESCOLA, a editora Abril lançou dois títulos voltados aos professores: Escola, em 1972, e Professora Querida, em 1983. As imagens mostram a primeira capa dos dois títulos e o primeiro exemplar de NOVA ESCOLA, de 1986

Lançamento da revista NOVA ESCOLA | Março, 1986
Victor sonhava já há algum tempo em criar uma revista que chegasse a todos os professores brasileiros e que os ajudassem na tarefa de educar. A Editora Abril havia tentado lançar dois títulos com esse foco (Escola, em 1972, e Professora Querida, em 1983), mas as publicações davam prejuízo e foram descontinuadas com poucas edições. Com NOVA ESCOLA foi diferente. Na edição de lançamento, Victor Civita apresentou em editorial os objetivos que inspiraram a publicação: "Fornecer à professora informações necessárias a um melhor desempenho de seu trabalho; valorizá-la; resgatar seu prestígio e liderança junto à comunidade; integrá-la ao processo de mudança que ora se verifica no país; e propiciar uma troca de experiências e conhecimentos entre todas as professoras brasileiras de 1º grau". Um acordo com o Ministério da Educação fez com que as 220 mil escolas públicas de 1º grau (como eram chamada na época) que existiam no país recebessem as edições da revista. O valor de capa – Cr$ 12.000, algo em torno de 6 reais, em valores corrigidos – era o preço de custo, como ocorre ainda hoje.